Menu

Menu

Fechar

Fechar

work in progress
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Dinis Santos (S. João da Madeira - 1983)


Fotógrafo. Concluiu, em 2007, a licenciatura em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Em 2017/2018 é bolseiro FCT, no Instituto da História da Arte da FCSH-UNL, num projecto de investigação sobre Fotografia em Portugal 1860-1910.

Participa nas exposições colectivas: Co'licença (Maus Hábitos, 2013), Sem Quartel (Sismógrafo, 2014), Como se o mundo tivesse de ser todo, novamente, reaprendido (Espaço Mira, 2014), Gramáticas Flexíveis (Casa das Artes, 2015), Anuário 2018 (Galeria Municipal do Porto, 2019), Bienal de Fotografia do Porto (2019), Anti-Livro (MNAC, Lisboa, 2019), Trabalho Capital - Paulo Mendes  (Núcleo de Arte da Oliva, 2019), Adaptação e Transição (Museu do Douro, 2019), Herdamos as Margens (Espaço Mira, 2020), Projecto Paralaxe - Residência Artística (2020); Fotógrafo no Visual Spaces of Change (FAUP, 2020).


É autor dos livros: Aquele Estranho Dia Escuro (Pierrot le Fou, 2014), Sou o Zé Mário Branco (2017), 16 Dezasseis-Noves de Fotografias (Álea, 2018), Ouro Cristal Incenso (Pierrot le Fou, 2018), Plastic (Stolen Books, 2019) e "Couves Galegas de Portugal - L'Éternité par les Choux" (Gabinete Paratextual, 2020)

Em 2018 fez a exposição individual "Uma casa não se quer grande" no Centro de Arte de S. João da Madeira e apresentou na Galeria Portátil da Pierrot le Fou a exposição “Ouro Cristal Incenso”.

Autor

Dinis Santos

Tipo

Fotografia

Data

2021-03